Como afastar um vampiro? - Alho


O alho é consenso para afastar como a estaca para destruir, pelo folclore e por grande parte da literatura. Segundo Florescu e McNally (1995, p.126) na Transilvânia (atual Romênia) os camponeses acreditam no alho como poderoso para deter vampiros, untando toda e qualquer abertura na casa para mantê-los longe. Como é utilizado como erva medicinal afastando doenças eles acreditam que afastava também tudo que é mau demônios, lobisomens e vampiros, bruxas e feiticeiras. O alho aparece como poderoso protetor também no folclore do México, da América do Sul e da China, conforme Melton (2003, p.16). Ainda de acordo com Melton, o alho foi introduzido na literatura por Stoker, sendo usado pelo Dr. Van Helsing para evitar que Drácula se aproximasse de Lucy Westenra.

Existem dois outros elementos que praticamente não são mencionados ou associados aos vampiros pela literatura, mas fazem parte do folclore romeno e foram retomados por André Vianco: a prata e sementes. Em seus romances são utilizadas balas de prata para causar ferimentos graves nos vampiros e existe uma alusão a sementes como distração.

Os pesquisadores Florescu e McNally (1995, p.126-129) destacam que a prata, por ser considerada uma liga pura afasta tanto vampiros quanto lobisomens. Além disto, os vampiros são vistos como seres compulsivos, portanto qualquer coisa que possa ser contada os faz parar imediatamente para este fim. Os camponeses romenos cercavam a casa de sementes de papoula, ao se aproximar e ver as sementes espalhadas pelo chão o vampiro começa a conta-las e fica distraído até o amanhecer quando vai embora.

Referências:

FLORESCU, R. e MCNALLY, R. T. Em busca de Drácula e outros vampiros. São Paulo: Mercuryo, 1995.
MELTON, G. J. O livro dos vampiros – A enciclopédia dos mortos vivos. São Paulo: M. Books do Brasil, 2003.
STOKER, B. Drácula. Rio de Janeiro: Ediouro, 2002.

Nenhum comentário:

Postar um comentário