Dicionário dos deuses e demônios

Os conceitos de "divindade" e "demônio" não possuem o mesmo peso nas diferentes formas religiosas. Existem seres mortais e seres demonizados que permanecem intocados pela morte. A linha divisória entre deuses e demôniosé fluida e, no processo de cristianização de um povo, suas velhas divindades podem ser reduzidas à condição de diabos ou integradas ao conjunto de santos cristãos. Os deuses e os demônios distinguem-se da grande massa anônima de espíritos por terem características individuais mais claramente delineadas, o que é demonstrado, por exemplo, pelo fato de lhes serem conferidos nomes.

A presente obra de referência oferece uma sinopse dos seres sobrenaturais mais importantes que, nesse sentido, adquiriram uma "personalidade", tanto nos panteões das culturas clássicas quanto nas religiões do mundo atual; também os sistemas religiosos das raças chamadas "primitivas" recebem o seu devido espaço.

O dicionário contém cerca de 1.800 verbetes cobrindo todas as divindades e demônios mais importantes de todo o mundo, reservando espaço especial para o Brasil, graças a levantamento realizado particularmente para esta edição.

Sobre o livro:
LURKER, Manfred. Dicionário de deuses e demônios. São Paulo: Martins Fontes, 1993.
___________________

Na medida do possível, procurarei transcrever os verbetes constantes neste dicionário no blog, ele é bastante interessante para quem gostaria de conhecer melhor os seres que fazem parte do imaginário de várias culturas. Estou planejando uma maneira de disponibilizar os verbetes de forma organizada, tarefa dificultada pelas limitações da formatação de um blog, mas estou pensando numa forma de contornar isto.

Nenhum comentário:

Postar um comentário